UBS’s vão realizar testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite B

Giovanna_CordeiroA partir do próximo mês, trinta Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Campina Grande vão passar a realizar testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite B. O objetivo da estratégia é descentralizar a realização dos testes, que hoje são feitos no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), no Serviço Municipal de Saúde. A meta é implantar os testes nas 72 unidades e centros de saúde do município, até o final do ano de 2014, ampliando o acesso da população aos procedimentos, além de melhorar a qualidade do pré-natal na Atenção Básica.

A implantação dos testes rápidos será gradual. Para isso, os profissionais que atuam nas unidades de saúde vão passar por cursos de capacitação. O profissional capacitado deverá ter aptidão para sensibilizar e esclarecer o que é e como funciona o teste rápido de HIV, Sífilis e Hepatite B. Com as atividades de formação, os médicos e enfermeiros da Atenção Básica serão capazes de reconhecer o fluxo e os protocolos necessários para o diagnóstico e tratamento desses agravos.

De acordo com a diretora municipal de Atenção à Saúde, Giovanna Cordeiro, a primeira atividade será realizada nesta terça-feira, 20, e na quarta-feira, 21, sobre “Aconselhamento em DST e Aids”, no auditório do CTA, durante os turnos da manhã e tarde. Ela explicou que, além dos enfermeiros e médicos, psicólogos e assistentes sociais das UBS também vão participar dos cursos. “Estes profissionais vão atuar principalmente no aconselhamento, tirando as dúvidas dos usuários sobre tratamento e questões relacionadas ao preconceito, por exemplo”, esclareceu.

Ainda segundo a diretora, os nomes das trinta unidades que irão oferecer os testes rápidos serão definidos nas próximas semanas. Após a implantação dos procedimentos, qualquer usuário cadastrado na unidade que vai realizar os testes poderá procurar a UBS para fazer os exames. “Caso o teste dê positivo, o usuário será encaminhando para fazer a confirmação do diagnóstico e o tratamento gratuito da doença nos serviços de referência para estes agravos. Além dos testes, também vamos intensificar as campanhas de prevenção das DST, aids e hepatites virais”, informou.

Pré-natal – Com a implantação dos testes rápidos, a Secretaria Municipal de Saúde espera diminuir as taxas de transmissão vertical do HIV, eliminar a sífilis congênita e reduzir a mortalidade materna e infantil. Além do acesso ao diagnóstico, a Prefeitura está adotando medidas para melhorar a qualidade da atenção à gestante portadora do HIV, aids ou da Sífilis. “Diagnosticar precocemente o HIV e a Sífilis durante a gestação é fundamental, mas também vamos o garantir o acesso das gestantes, das parturientes e dos recém-nascidos à conclusão diagnóstica, manejo e controle da infecção”, assegurou.

SERVIÇO

Capacitação: “Aconselhamento em DST e Aids”

Data: 20 e 21 de agosto de 2013

Horário: 08h às 12h / 14h às 17h

Local: Auditório do CTA, no Serviço Municipal de Saúde, Bairro da Prata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO