Testes rápidos vão marcar Dia de Luta Contra a Aids

aidsNeste domingo, 1º de Dezembro, será comemorado o “Dia Mundial de Luta Contra a Aids”. Em Campina Grande, a data vai ser lembrada com diversas ações em solidariedade às pessoas que vivem com a doença. A mobilização teve início esta semana, com a oferta de teste rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites (B e C), e seguirá até o dia 06 do próximo mês. Além de promover atividades voltadas para diminuir o preconceito e a discriminação aos soropositivos, a proposta da Secretaria Municipal de Saúde é incentivar o diagnóstico precoce do HIV, ampliando a oferta dos exames para Atenção Básica e com a promoção de cursos de capacitação para os profissionais de saúde.

De 1985, quando foi diagnosticado o primeiro caso de HIV no município, até o mês de outubro de 2013, foram notificados 647 casos da doença em residentes locais, segundo dados do Ministério da Saúde. De acordo com o levantamento, este ano, 44 campinenses receberam diagnóstico positivo para o HIV, sendo 63% do sexo masculino e 37% feminino. Todas têm direito ao tratamento e medicação gratuitos no Sistema Único de Saúde – SUS, mas o estigma da doença ainda é considerado uma das principais dificuldades enfrentadas por estas pessoas, seja no trabalho, nas relações pessoais ou até mesmo própria família.

Para tentar diminuir esta realidade, a Secretaria de Saúde lançou esta semana uma campanha com o tema “A Solidariedade está ao seu lado. Troque o preconceito pelo respeito”. A mobilização está sendo desenvolvida em parceria com organizações não governamentais e a Pastoral da Aids. “Nós oferecemos o tratamento e toda a assistência adequada, mas se não buscarmos forma de garantir os direitos humanos das pessoas que vivem com aids, elas vão continuar abandonando o tratamento por causa da discriminação”, explicou o coordenador municipal de DST, Aids e Hepatites Virais, Silvestre Gonçalves Maia.

Além de levar informações educativas para combater o preconceito e a discriminação, a campanha prevê ainda a capacitação dos profissionais dos serviços de assistência sobre doenças oportunistas que acometem as pessoas que vivem com HIV, como a Tuberculose e as Hepatites Virais. Também será realizada uma missa em memória às vítimas da aids, neste domingo. A programação religiosa acontece a partir das 10h na Catedral. No mesmo dia, pela manhã, serão realizados testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite, durante a Copa de Pelada, na Vila Olímpica Plínio Lemos, no bairro de José Pinheiro.

Prevenção – Os testes rápidos também estão sendo realizados no centro da cidade, até o dia 06 de dezembro. O trailer do “Fique Sabendo” foi montado desde o início desta semana na calçada do Edifício Rique, em frente ao Banco do Brasil, na Avenida Sete de Setembro. Os exames são gratuitos e podem ser feitos das 08h ao meio dia e das 14h às 17 horas. A partir da próxima semana, trinta Unidades Básicas de Saúde do município vão começar a realizar os testes rápidos de forma permanente. A intenção é descentralizar e ampliar a oferta de exames, levando a prevenção ao HIV, Sífilis e Hepatites Virais para as comunidades mais distantes do serviço de referência, o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento).

SERVIÇOS

Tratamento para pessoas que vivem com HIV e Aids

SAE – Serviço de Assistência Especializada

Local: Serviço Municipal de Saúde, Rua Siqueira Campos, 605, Prata

Fone: 3310 – 6181

Teste de HIV, Sífilis e Hepatites Virais

CTA – Centro de Testagem e Aconselhamento

Local: Serviço Municipal de Saúde, Rua Siqueira Campos, 605, Prata

Fone: 3310 – 7069

Apoio e grupos de vivência 

RNP+CG – Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV-Aids

Endereço: Rua D. Pedro I, 159, São José

Fone: (83) 3321-8731

GAV – Grupo de Apoio à Vida

Endereço: Avenida Almirante Barroso, 672 – A, Liberdade

Fone: 3343 – 3773

ENA – Esperança no Amanhã

Endereço: Rua D. Pedro I, 159 – B, São José

Fone: 3321 – 8731

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO