Sine Municipal encerra atividades do Mês do Trabalhador

asfora_netoCentenas de trabalhadores cadastrados no Sine de Campina Grande (Sistema Nacional de Emprego) participaram neste mês de maio das atividades do Mês de Trabalhador, que foi encerrado nesta quinta-feira, 23 de maio. Desde a segunda semana deste mês foram realizadas atividades (cursos, palestras, capacitações) voltadas aos trabalhadores que pretendem conquistar uma vaga no mercado de trabalho. A ação foi possível graças à parceria com instituições públicas e privadas de Campina Grande.

O coordenador executivo do Sine Municipal, Raymundo Asfora Neto, informou que a participação de trabalhadores cadastrados no Sine de Campina Grande foi intensa durante todo o mês. As atividades foram realizadas no auditório do Sine Municipal e a presença era de aproximadamente noventa pessoas, por dia, em atividades relacionadas à capacitação profissional, palestras e dicas sobre comportamento no momento da busca pelo emprego ou nas entrevistas de avaliação.

Entre as instituições parceiras do “Mês do Trabalhador”, promovido pelo Sine, estavam o Ministério do Trabalho, INSS, Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e instituições privadas.

Dirigentes da FCDL apresentaram palestra sobre Oportunidades de Emprego na Ótica do Comércio, enquanto a FIEP trabalhou a mesma temática, sendo que voltada ao segmento industrial paraibano. Profissionais do INSS promoveram debates sobre Direito Previdenciário, enquanto temas voltados à saúde do trabalhador foram discutidos por equipes do Cerest. Já os cursos de qualificação foram sobre temas como: apresentação de currículo; comportamento nas entrevistas; orientação profissional, entre outros. Todos os participantes receberam certificados.

Asfora Neto destacou ainda os cursos e temas voltados às questões como meio ambiente, empreendedorismo, segurança do trabalho; legislação trabalhista e tecnologia da informação. “Todas as ações foram realizadas gratuitamente. Houve ainda o sorteio de kits para os participantes, contendo folhetos informativos e livros repassados pelo Ministério do Trabalho”, ressaltou.

Com relação aos cursos, Asfora Neto explicou que a ênfase foi direcionada ao mercado de trabalho. “É necessário capacitar os trabalhadores conforme as tendências do mercado de trabalho. Ainda hoje há casos de existirem vagas no mercado e faltar pessoal capacitado para preenchê-las”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO