Secretário de Planejamento representa PMCG em evento na Colômbia

marcio_canielloO secretário de Planejamento da Prefeitura de Campina Grande, Márcio Caniello, está representando o prefeito Romero Rodrigues em um evento internacional sobre planejamento urbano. Trata-se da sétima edição do Fórum Urbano Mundial (FUM), que será realizado até a próxima sexta-feira (11), em Medellín, na Colômbia. Caniello faz parte de uma comitiva, formada por arquitetos e urbanistas, das Universidades Federais de Campina Grande e da Paraíba e do Instituto de Arquitetura do Brasil (IAB).

Neste evento, Caniello conhecerá experiências de sucesso na área de planejamento urbano e vai expor quais os avanços e as dificuldades de Campina Grande nesse setor. Além disso, o secretário conhecerá o caso de Medellín, cidade que conseguiu diminuir os problemas sociais com a ajuda de uma política efetiva de planejamento e integração urbana existente há quase 13 anos.

De acordo com o secretário, através da educação, da integração das zonas carentes com o centro, e do uso democrático da arquitetura, destacadamente nas favelas, Medellín possui, atualmente, uma paisagem peculiar. Sistemas de teleféricos, colégios e bibliotecas públicas de alto nível, instaladas em áreas consideradas de baixo desenvolvimento, estão conseguindo transformar a vida das comunidades.

“Queremos conhecer situações vitoriosas, no que tange ao planejamento urbano, e procurar adaptar as experiências aqui em Campina Grande, no que for possível. Hoje a arquitetura e o urbanismo podem ser usados fortemente na melhoria de vida da população e é isso que a gestão do prefeito Romero Rodrigues está procurando fazer”, destacou o secretário de Planejamento do Município.

O Fórum Urbano Mundial (FUM) é um evento técnico não legislativo, convocado pelo Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-Habitat). O Fórum é realizado a cada dois anos, em uma cidade diferente, para examinar algumas problemáticas na área dos assentamentos humanos, incluindo a rápida urbanização e seu impacto nas cidades, nas comunidades, na economia, além das mudanças e políticas climáticas.

Entre os participantes do Fórum estão representantes de governos nacionais, regionais e locais, organizações não governamentais, organizações comunitárias, membros de instituições de pesquisa e academias, profissionais do setor privado, de instituições financeiras de desenvolvimento, de fundações, dos meios de comunicação e Estados das organizações das Nações Unidas e outras agências internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO