Secretaria Municipal de Saúde exibe filme “O Auto da Camisinha” no Comunicurtas

O Festival Audiovisual de Campina Grande, o Comunicurtas, vai abrir espaço para a discussão sobre prevenção das DTS e aids. Dentro da programação do evento, a Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de Campina Grande vai realizar, nos dias 28 e 29, duas sessões especiais para exibição do filme “O Auto da Camisinha”. A primeira sessão é voltada para o público em geral e a segunda será direcionada a estudantes da rede municipal de ensino, com a realização de um bate-papo sobre tema com diretor do filme, Clébio Ribeiro, e do ator Gero Camilo.

De acordo com o técnico da Coordenação Municipal de DST, Aids e Hepatites Virais, Silvestre Gonçalves Maia, a proposta da atividade é chamar a atenção do público do Comunicurtas e dos estudantes para a importância da prevenção das doenças sexualmente transmissíveis. “Mesmo com todas as campanhas, a incidência da epidemia de aids nos jovens ainda é alta, por isso, precisamos utilizar novas estratégias para mostrar a importância do uso do preservativo em todas as relações sexuais”, disse.

“O Auto da Camisinha” é uma média-metragem de ficção com 45 minutos, rodado na cidade de Quixadá (CE). A comédia propõe o resgate das manifestações culturais e do imaginário popular para levar à tela do cinema a temática da prevenção das DST, uso de preservativos, sexo seguro, entre outros temas. No elenco, além da participação especial de Gero Camilo, o filme traz Chico Anysio em seu último trabalho para o cinema.

As sessões especiais do filme, que já foi visto por mais de cinco milhões de pessoas entre doze e setenta anos, serão realizadas no Teatro Municipal Severino Cabral. Na quarta-feira, a exibição será às 22h e na quinta às 10h da manhã. A entrada é gratuita.

Sinopse – Juatama, pacata cidade do interior brasileiro, está prestes a se transformar em Patrimônio Folclórico da Humanidade. A cidade ansiosa se prepara para a chegada de Quarto Besouro, responsável direto pelo veredicto final que determinará se a cidade tem condições ou não de receber o título almejado. A população expõe, em praça pública, suas mais variadas manifestações folclóricas, para convencer Quarto Besouro que o título é merecido. As autoridades locais tramam para que tudo dê certo. Durante a visita de Quarto Besouro, acontece um inusitado encontro com a diretora do grupo de teatro, Lionor, que irá mudar o rumo da história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO