Secretária de saúde discute solução para regularizar atendimentos no ISEA

reuniao_saudePara discutir o problema de superlotação no Instituto Elpídio de Almeida – ISEA durante os finais de semana, a secretária municipal de saúde de Campina Grande, Lúcia Derks, se reuniu com os diretores da FAP e da Clipsi, na tarde desta quarta-feira, 17, na sede da Secretaria de Saúde.

Os dois hospitais são credenciados pelo SUS para atendimento em obstetrícia, mas vinham apresentando dificuldades para preencher a tabela de plantão dos médicos obstetras nos sábados e domingos, provocando a superlotação do ISEA.

Durante a reunião, o diretor técnico da FAP, Júlio César, e o diretor administrativo da Clipsi, José Marcos Lima, mostraram-se sensibilizados com o problema na maternidade pública e garantiram que vão adotar medidas imediatas para solucionar a falta dos profissionais nos plantões dos finais de semana nas duas maternidades.

A secretária de saúde Lúcia Derks agradeceu o empenho dos diretores e informou que vai convocar uma reunião com o secretario de Estado da Saúde da Paraíba, Wadson de Sousa, para debater o problema no ISEA, uma vez que cerca de 70% das gestantes que utilizam os serviços da maternidade são de outros municípios paraibanos.

Além da reunião com o Estado, a secretária anunciou ainda que vai pedir uma pauta extra na Comissão Intergestora Bipartite (CIB) para discutir a situação da obstetrícia clínica e cirúrgica de Campina Grande, na próxima segunda-feira, 22, em João Pessoa.

Também participaram da reunião na tarde de hoje a secretária adjunta de saúde, Eudézia Damaceno, a diretora de planejamento da pasta, Luzia Pinto, e o assessor jurídico da Secretaria, Luiz Athur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO