Secretaria de Agricultura ganha nova sede e vai ampliar ações em favor da zona rural

A Secretaria Municipal de Agricultura conta, agora, com uma nova sede. Localizada na rua Duque de Caxias, 83, bairro da Prata, a sede da Seagri vai proporcionar mais comodidade e um melhor atendimento aos agricultores de Campina Grande.

A solenidade de inauguração aconteceu na manhã desta sexta-feira, 30, com a presença do vice-prefeito Enivaldo Ribeiro; vereador Álvaro Farias; secretário da Seagri, Fábio Agra Medeiros; secretária de Obras, Fernanda Ribeiro e outras autoridades. A cerimônia também foi marcada com um café da manhã para confraternização de lideranças rurais e agricultores em geral.

Antes dos pronunciamentos, aconteceu a apresentação musical de Valdecir e Sandra Jaciara, louvando e adorando a Deus. Em seguida, o secretário fez a abertura e, em seu discurso, destacou os benefícios e vantagens da nova sede. Para o secretário Fábio Agra Medeiros, as novas instalações da Seagri servirão para unir equipes que estavam em outros ambientes e, principalmente, melhorar a interação com os produtores agropecuários.

De acordo com o vice-prefeito Enivaldo Ribeiro, o evento realizado na nova Seagri foi muito importante pelo congraçamento de todos os setores ligados à agricultura municipal, que desfrutaram de momentos de fé e de comunhão em torno dos projetos destinados ao desenvolvimento do meio rural campinense. “Com fé, haveremos de alcançar os nossos objetivos, tão bem traçados pelo prefeito Romero Rodrigues, cuja meta é beneficiar ainda mais a comunidade rural”, destacou.

Na nova sede da Seagri, o próprio Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) terá uma sala à sua disposição para os debates, treinamentos e reuniões mensais. Com novos ares, no segundo semestre a pretensão da Seagri, de acordo com a orientação do prefeito Romero Rodrigues, é trabalhar ainda mais para o homem e a mulher do campo, com mais inovações e ações que colaborem para a produção sustentável no semiárido, a exemplo da área irrigada destinada a produção de sementes de fava, feijão e milho no distrito de Galante.

Outros objetivos já foram traçados para o futuro, a exemplo da ampliação dos módulos produtivos de palma, gliricídia e moringa, Programa de Silagem, construção de novas cisternas e barragens subterrâneas, dentre outros. Tudo isso dentro do Programa Semiárido Forte, lançado recentemente.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO