Ronaldo Filho assina ato de desapropriação da área onde funcionará fábrica de aviões

desapropriacaoA Paradise Indústria Aeronáutica, empresa sediada na Bahia, vai se instalar em área cedida pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, no Distrito de São José da Mata, nas proximidades do Aeroclube. Para tanto, o prefeito em exercício, Ronaldo Cunha Lima Filho, assinou na manhã desta sexta-feira, 12, em solenidade realizada no auditório do IPSEM, o decreto de desapropriação da área de 3,5 hectares onde funcionará o empreendimento.

Além do prefeito em exercício, estiveram compondo a mesa de autoridades o secretario Luiz Alberto Leite (Desenvolvimento Econômico), Márcio Caniello (Planejamento), José Mariz (Procurador do Município) e o senhor José Leite de Lima (diretor do Aeroclube de Campina Grande).

Criada em 2001, a Paradise é uma empresa especializada na fabricação de aviões de pequeno porte, com atuação no mercado internacional. Ela foi certificada nos Estados Unidos, onde vende aviões para escolas de pilotagem e empresários, dentre outros setores do mercado americano. A empresa também exporta aeronaves para a África do Sul e Austrália, além dos equipamentos vendidos no Brasil, onde também é certificada pela Agência Nacional de Aviação Civil.

O empreendimento deverá gerar cerca de 200 novos empregos diretos. Nos próximos dias, a Paradise inicia a fase de treinamento da mão de obra que utilizará em sua produção, através de uma parceria com o SENAI, que vai capacitar os futuros trabalhadores da fábrica. O investimento inicial do negócio é de R$ 5 milhões, podendo chegar a R$ 20 milhões, conforme informou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Alberto Leite. A construção da fábrica vai durar entre 60 a 90 dias e o seu definitivo funcionamento poderá acontecer até o final do ano.

O secretário ainda esclareceu que da parte da PMCG os investimentos para viabilizar o futuro empreendimento chegam a R$ 1 milhão, sendo R$ 200 mil só para a desapropriação da área da futura fábrica. Ele também elogiou o desprendimento da diretoria do aeroclube local para viabilizar mais este projeto industrial da cidade, esclarecendo que o aeroclube contará, por sua vez, com uma nova pista de pouso asfaltada, dentro dos padrões da ANAC, com extensão de 800 metros de cumprimento por 18 metros de largura.

Conforme relatou o prefeito em exercício Ronaldo Cunha Lima Filho, a chegada desta nova empresa na cidade demonstra que Campina Grande retoma a sua pujança em termos econômicos e, neste contexto, a PMCG cumpre o seu papel de atrair investimentos capazes de gerar mais riqueza, especialmente a ocupação da sua mão de obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO