Romero garante doação de terreno à Associação dos Surdos

associacao_surdosA Associação dos Surdos de Campina Grande, instituição com 26 anos de atuação no município, ganhará sua primeira sede própria na administração do prefeito Romero Rodrigues. O anúncio foi do próprio Romero Rodrigues que, nesta terça-feira, 20, esteve reunido com representantes e assessores da associação. Uma das áreas propostas por Romero Rodrigues foi um terreno localizado nas proximidades do Terminal Rodoviário Argemiro de Figueiredo, no bairro do Catolé, perto da Escola de Audiocomunicação e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Na terça-feira da próxima semana, 27, os representantes da Associação dos Surdos farão uma visita a alguns terrenos que poderão ser doados para a construção da sede. A visita acontecerá na companhia do secretário de Obras do Município, André Agra, que ficará responsável pelo processo de cessão do terreno à instituição. A meta do prefeito é de que os trâmites burocráticos sejam concluídos até outubro, mês de aniversário da cidade de Campina Grande.

O prefeito Romero Rodrigues garantiu ainda que, antes de efetivar a doação do terreno e dar início à construção da sede, a Associação de Surdos de Campina Grande poderá funcionar, provisoriamente, em um imóvel da Prefeitura Municipal, localizado nas proximidades do Parque do Povo. Atualmente, as atividades da Associação dos Surdos estão sendo realizadas em uma sala da Escola de Audiocomunicação (EDAC).

Maria do Socorro Leal, assessora da Associação de Surdos de Campina Grande, disse que o atendimento à reivindicação da instituição é uma atitude inédita entre os gestores municipais. “A associação existe há 26 anos, está registrada há dezoito anos, porém nossa reivindicação nunca foi atendida por outros prefeitos”, declarou. Segundo Maria do Socorro, atualmente a instituição dispõe de aproximadamente 350 associados de Campina Grande, municípios vizinhos e outros mais distantes, como Picuí.

Segundo Tiago Ferreira, Flávio Porto e Kledson Albuquerque, membros da Associação, além de oferecer cursos de Língua Brasileira de Sinais (Libras) para profissionais (médicos, pedagogos e licenciados em Letras, entre outros), surdos e seus familiares, a Associação incentiva ainda aos seus associados à prática de esportes e presença em competições. A Associação também dispõe de profissionais habilitados ao ensino de Libras para outras categorias profissionais.

1 comment

  1. Teobaldo Gonzaga R. Pereira

    gostaria de participar de cursos e/ou aulas de libras para poder me comunicar com a minha filha e com outros surdos e mudos lotados nas lojas e supermercados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO