Romero confirma instalação de novas áreas de lazer e defende adoção de praças

romero_pracaDurante a entrega na manhã desta terça-feira, 10, da Praça João Paulo II, no bairro da Palmeira, o prefeito Romero Rodrigues anunciou que a meta da atual administração é reformar e implantar, até o final deste ano, 20 espaços de lazer e esportes em Campina Grande. Uma das áreas a ser entregues no próximo mês de outubro será o Parque da Criança, que está passando por obras de reforma e recuperação, e receberá uma academia oficial e novos brinquedos, inclusive os infláveis, que poderão ser utilizados gratuitamente por toda a população.

“Os brinquedos infláveis serão instalados para atender a demanda da população carente. Vamos humanizar esses espaços de prática de esportes, de lazer e de promoção da atividade física e de saúde para a população de Campina Grande”, declarou Romero.

Outros espaços de lazer e prática de esportes serão entregues no Castelo Branco, na praça em frente à Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep) e nas proximidades do Viaduto Elpídio de Almeida. “O governo é para, dentro dos limites constitucionais e legais, servir à população e devolver o instrumento que é do povo, que são os impostos pagos, exatamente para contribuir com o desenvolvimento da cidade”, ressaltou.

Parcerias – Romero Rodrigues disse que é favorável à formação de parcerias entre a Prefeitura Municipal, instituições e empresas privadas para ações que preveem a adoção de praças. Por meio dessa ação, as empresas e instituições poderão promover a preservação e conservação das praças do município. Uma das primeiras parcerias poderá ser realizada entre Prefeitura e Fiep.  “Já existem diálogos com a Fiep com relação à adoção da praça localizada em frente à instituição. A Prefeitura entregará a praça pronta para que a Fiep adote e, dessa maneira, faça a manutenção do espaço”, disse o prefeito.

Segundo Romero Rodrigues, a parceria é interessante para a Prefeitura Municipal, que fará investimentos na arborização, plantio de grama e flores, ao mesmo tempo em que reduzirá os custos com a manutenção dessas áreas. Outra vantagem é que a população também se tornará responsável pela preservação e cuidados com as áreas verdes da cidade. “Essa é uma parceria que pode e deve dar certo”, frisou Romero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO