Prosseguem inscrições para seleção de alfabetizadores do “Brasil Alfabetizado”

entrada_SeducProsseguem, na Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Campina Grande, as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado de Voluntários Alfabetizadores e de Alfabetizadores-Coordenadores de Turmas do Programa Brasil Alfabetizado. As inscrições estão sendo realizadas na sala da Gerência do Ensino Fundamental da Seduc, nos turnos da manhã e tarde, até o próximo dia 28, Rua Paulino Raposo, 347, Centro. O edital está exposto na entrada da Secretaria.

No ato da inscrição, os candidatos devem apresentar os seguintes documentos: uma foto 3×4; cópia, acompanhada do original, do RG, do CPF, título de eleitor, certificado de conclusão do ensino médio (para alfabetizador), do superior (para coordenador de turmas), comprovante de residência acompanhado do original, currículo resumido, acompanhado de documentação comprobatória.

Estão sendo oferecidas 105 vagas para alfabetizadores, sendo 75 para a zona urbana e 30 vagas para a zona rural, para a prestação de serviços voluntários, pelo prazo determinado de oito meses, com carga horária total de 320 horas.  O número de vagas destinadas para alfabetizador-coordenador de turmas dependerá da formação das turmas, sendo um a cada nove turmas da zona urbana e um a cada oito da zona rural.

A vaga destinada para alfabetizador tradutor-intérprete de Libras dependerá da necessidade de profissional para este fim. A carga horária e a definição de bolsa para custeio de despesas são estabelecidas para os postos descritos pela mesma resolução.

REQUISITOS – Para participar da seleção ao cargo de voluntário alfabetizador-coordenador de turmas, o interessado deve ser, preferencialmente, professor da rede pública de ensino; possuir formação de nível superior em educação, já concluída ou em curso, ou formação superior em qualquer curso de graduação.

Além disso, é preciso comprovar experiência, preferencialmente em educação de jovens e adultos; ter disponibilidade para coordenar e acompanhar semanalmente, in loco, o trabalho desenvolvido nas turmas de alfabetização de jovens, adultos e idosos sob a sua responsabilidade, bem como disponibilidade para participar da formação inicial que ocorrerá antes do início das aulas, com carga horária mínima de 40 horas presenciais nos turnos manhã e tarde.

Para o cargo de alfabetizador, o candidato deve ser, preferencialmente, professor da rede pública; possuir, no mínimo, certificado de conclusão de nível médio, preferencialmente na área do Magistério; comprovar experiência anterior em educação;

apresentar à comissão técnica, constituída pela Seduc para o processo seletivo, currículo devidamente comprovado; ter disponibilidade de dez horas semanais para dedicação ao programa, bem como disponibilidade para participar da formação inicial.

1 comment

  1. Munike Gomes Paixão

    Irei me inscrever na vaga para alfabetizador.
    Cursei o ensino médio em Natal RN e não tenho em mãos o certificado de conclusão. Esse documento poderá ser substituído pelo histórico acadêmico? Já que iniciei minha graduação em Pedagogia em Natal/RN, a qual, não foi concluída e não há possibilidades de pegar uma declaração, pois ainda farei minha transferência para uma universidade aqui em Campina Grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO