Prefeitura vai implantar projeto de inclusão e integração digital

marcio_seplanA Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), através da Secretaria de Planejamento (Seplan) e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), começou os estudos para a implantação do projeto de integração tecnológica denominado “Serviços Inteligentes para a Sociedade”.

O projeto deve ser implantado em convênio com o Laboratório de Cidades Inteligentes da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). A primeira reunião para tratar do possível convênio aconteceu na tarde desta quinta-feira (05), na sede da Seplan.

Participaram do encontro o secretário de Planejamento, Márcio Caniello, o secretário de Ciência, Tecnologia e Informação, Aldenor Martins, a gerente de Desenvolvimento e Informações da Seplan, Bárbara Tsuyguchi, ale do coordenador geral e do técnico do Laboratório de Cidades Inteligentes da UFCG, Francisco Brasileiro e Reinaldo Gomes, respectivamente.

Em linhas gerais, a implantação do projeto vai possibilitar que a população campinense tenha acesso irrestrito à tecnologia da informação ou seja beneficiada de alguma forma por esse sistema. Além de viabilizar o acesso gratuito à internet, o projeto vai interligar todos os órgãos públicos municipais, diminuindo a burocracia e dando mais eficiência aos serviços.

Um exemplo de como os “Serviços Inteligentes para a Sociedade” podem funcionar é no sistema de saúde. Por exemplo, ao ser atendido em uma Unidade Básica de Saúde da Família ou nas futuras policlínicas a serem instaladas na cidade, o paciente já vai ter o exame solicitado eletronicamente. O exame já poderá ser enviado também eletronicamente para a unidade de saúde de origem, diminuindo o tempo de espera e melhorando a qualidade de vida desse paciente.

O secretário de Planejamento, Márcio Caniello, explicou a importância desse projeto para a cidade. “Essa rede de serviços inteligentes é mais um presente para Campina nos seus 150 anos. É um serviço que vai proporcionar acesso à tecnologia de forma ampla e irrestrita tanto para a população quanto para a administração”, destacou o gestor.

Já Aldenor Martins, secretário de Ciência Tecnologia e Inovação, salientou a parceria com a UFCG. “Estamos fechando mais uma parceria com a UFCG, algo esquecido na gestão passada. É uma mensagem que estamos passando para a cidade: a importância de trabalhar com todas as instituições que fazem parte de Campina Grande”, explicou.

Por fim, Francisco Brasileiro, coordenador geral do Laboratório de Cidades Inteligentes da UFCG, enfatizou como o projeto vai trazer novos investimentos e oportunidades para Campina. “Os projetos e investimentos atraídos vão impactar de forma bastante positiva a qualidade de vida da sociedade, através de melhorias na mobilidade urbana, acesso aos serviços de educação, saúde e outros serviços públicos e privados”, disse.

A partir de agora, as equipes da Seplan, Secti e UFCG se reunirão periodicamente para mapear os pontos que serão interligados com o sistema e assim traçar um plano de metas e um cronograma para a implantação do projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO