Prefeitura promove dia de lazer com crianças em situação de risco social

rubensnascimentoCom o slogan “Sou criança igual ao seu filho. Quero brincar, estudar e ser amado”, a Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), promoveu nesta terça-feira, 29, no Clube Day Camp, um dia de lazer para 70 crianças e adolescentes, entre cinco e 14 anos de idade, que vivem em situação de risco social nas ruas do município. Durante todo o dia, as crianças se divertiram com atividades de lazer e recreação, banhos de piscina e dicas de saúde, além de receberem alimentação, kits de banho, de higiene bucal e camisetas com o slogan do dia de lazer.

O secretário executivo da Semas, Rubens Nascimento, disse que a realização dessa atividade objetivou proporcionar um dia diferente em comemoração ao mês dedicado às crianças. Segundo Rubens, em comemoração ao Dia da Criança a Prefeitura de Campina Grande realizou, neste ano, uma série de atividades exitosas no Parque da Criança e nos distritos do município. Entretanto, conforme o secretário executivo, as crianças que estão em situação de vulnerabilidade social, e também as que moram nas ruas, geralmente não participam dessas atividades, mesmo quando realizadas em áreas públicas.

“A marca da atual gestão é da humanização, por isso decidimos oferecer um dia com atividades de lazer para essas crianças. Escolhemos um clube de campo para lhes oferecer banhos de piscina, brincadeiras e kits”, disse Rubens Nascimento. A seleção dos participantes foi realizada pela equipe do Ruanda, que já desenvolve um trabalho nas ruas da cidade, reconhecendo as crianças que estão nas ruas e aquelas que são, de fato, moradoras de ruas, além de dependentes químicos. As atividades foram coordenadas pelo Ruanda, com apoio da Secretaria de Saúde e Corpo de Bombeiros.

Durante o dia de lazer, a equipe do Ruanda manteve uma relação mais próxima com as crianças e seus familiares. Segundo Rubens, a ocasião proporcionou a identificação dos familiares dessas crianças. “A partir de então será possível identificar e analisar o foco do problema e atuarmos na perspectiva de ampliar os serviços da assistência social”, ressaltou. Com o cadastro dessas famílias, a Semas encaminhará os dados para outras secretarias municipais, conselhos tutelares e demais órgãos de assistência às crianças e adolescentes. Essas ações permitirão, a médio e longo prazo, retirá-los das ruas e oferecer-lhes condições para se manterem com suas famílias.

A dona de casa Isabel Monteiro da Silva, moradora do bairro de José Pinheiro e mãe de seis filhos, disse que o dia de lazer promovido pela Semas foi importante porque oferece às crianças uma oportunidade diferente. “A gente não tem condição de oferecer um dia desses para nossos filhos. Então foi muito bom porque o pessoal da Semas nos recebeu e ofereceu esse dia especial. Eu e minha família ganhamos o ano no dia de hoje”, comentou.

Isabel e outras mães que estavam no Day Camp destacaram ainda o trabalho desenvolvido por equipes da Semas, no atendimento àquelas que buscam, na Secretaria, amparo para seus filhos. De acordo com essas mães, na Semas elas recebem esclarecimentos sobre a importância em manter os filhos na escola e os cuidados necessários para afastá-los do trabalho infantil e do contato com as drogas.

1 comment

  1. Alice Silva Vieira

    Muito bonito na Teoria, mas a resposta que a sociedade busca não esta, um mero dia de lazer. Até quando estas crianças e adolescentes vítimas desta sociedade, esperarão que sejam tomadas medidas efetivas para que tenham seus direitos garantidos. Será estas estas pobres criaturas,estarão vivas! quando isto acontecer? Se é isto irá acontecer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO