Prefeito Romero faz abertura oficial do Sítio São João

sitio3O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, esteve presente à abertura oficial do Sítio São João, na manhã desta quinta-feira, 06. Este ano, o Sítio deve receber um público estimado em mais de 250 mil pessoas. A abertura foi prestigiada por diversas autoridades, que participaram de um café da manhã à base de comidas regionais e muito forró.

Durante discurso, o prefeito Romero falou sobre a importância do sítio para o São João. “O sítio é algo de bom e sólido no tocante à manifestação cultural do nosso povo, por isso tem que ser  mantido vivo, funcionando e  funcionando muito bem. Portanto, parabenizo o idealizador e secretário João Dantas, que, durante  muitos  anos, vem mantendo firme esse projeto ousado que já enfrentou muitas dificuldades”, afirmou.

João Dantas, por sua vez, disse que o projeto do sítio é a mais ampla manifestação cultural nordestina e que a ideia é receber um número bem  maior de  pessoas  este ano, incluindo turistas, estudantes de  escolas públicas e privadas e a população campinense como um todo.

“O Sítio São João vai abrir a partir das dez horas da manhã e entrar  pela  madrugada com muito forró pé de serra, comidas típicas e a demonstração cultural através de nossa estrutura física, que é, na verdade, um museu que retrata nossas tradições”, concluiu. As atividades do sítio serão encerradas paralelamente ao Maior São João do Mundo, ou seja, no dia 7 de julho.sitio2

O Sítio São João é uma montagem cenográfica em tamanho natural de um vilarejo rural dos séculos XIX e XX, composto de todos os imóveis e atrações tradicionais das festividades juninas. Na estrutura, há a casa principal com armazém de mangaios, bodega, igreja e cruzeiro, casa de farinha, produção de sisal, engenhos de açúcar com produção artesanal de rapadura e cachaça, barbearia, foto-mochila, delegacia, pensão, tipografia e cordelaria, olaria, casa do ferreiro, da palha e do couro e flandilaria.

O visitante ainda pode ver os currais, plantações, postes com iluminação à querosene, um pequeno parque de diversões com argolinhas, canoas, carrossel, pau-de-sebo e um palhoção para apresentação das atrações musicais do arraial denominado de Forró da Bolandeira. O cenário, segundo João Dantas, retrata a vida simples do homem paraibano nas figuras do sertanejo, brejeiro, caririzeiro, agrestino e do curimataú.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO