PMCG realiza última audiência pública do processo de elaboração do PPA

op_seplanA Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), através do Orçamento Participativo (OP), realiza, nesta quinta-feira (25), no distrito de São José da Mata, às 19h30, a última audiência pública relativa à coleta de dados para o diagnóstico da cidade a ser incluído no projeto de lei do Plano Plurianual (PPA) 2014-2017, o qual será elaborado pela Secretaria de Planejamento (Seplan).

A reunião acontecerá na Rua Nigéria, n° 200. Essa será a última das 12 audiências realizadas tomando por base a divisão da cidade em 16 regionais (que contemplam um grupo de bairros) e seis setoriais (que incluem as áreas relativas a cultura, dignidade da pessoa humana, portadores de necessidades especiais, emprego e renda, juventude, criança e renda). Estão participando desses encontros os delegados e conselheiros previamente convocados.

É uma determinação do prefeito Romero Rodrigues ouvir diretamente as pessoas para que os seus anseios estejam contemplados no PPA. Para o secretário de Planejamento, Márcio Caniello, essa é a marca de todo o processo. “Não podemos deixar de incluir o povo nessas discussões tão importantes. Afinal, o PPA é uma diretriz que deve ser seguida nos próximos anos e tudo tem que estar bem amarrado para que a população seja atendida nas suas necessidades”, salientou o gestor.

Já o coordenador do Orçamento Participativo, Germano de Araújo Ribeiro, disse que esse é um momento de fortalecer o OP. “Na gestão passada, o OP estava desacreditado. Agora, é necessário fazer com que as pessoas voltem a acreditar nele, realizando as plenárias e fazendo com que as demandas da população sejam atendidas. Essa é a intenção do governo Romero”, explicou o coordenador.

O Plano Plurianual é o instrumento de planejamento governamental de médio prazo, previsto na Constituição Federal, e estabelece diretrizes, objetivos e metas da administração pública para um período de quatro anos, organizando as ações do governo em programas que resultem em bens e serviços para a população. O projeto deve ser enviado ao legislativo até o dia 30 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO