PMCG realiza Plenária sobre revitalização da Feira Central

feiraA Secretaria de Planejamento da Prefeitura Municipal de Campina Grande (Seplan) vai realizar nesta terça-feira (01/04), a partir das 14h, no Sesc Centro, mais uma Plenária do Projeto de Revitalização da Feira Central e do Mercado Público. É mais uma oportunidade para que os feirantes tomem conhecimento do andamento do projeto, protocolado na Caixa Econômica em outubro do ano passado.

Na ocasião, entre outros assuntos, o secretário de Planejamento, Márcio Caniello, vai explicar que a pendência com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), que havia feito observações em alguns pontos do projeto, foi resolvida rapidamente.

“Este mês tivemos uma reunião muito proveitosa com o pessoal do Iphaep. Já fizemos os ajustes necessários no projeto e reencaminhamos ao órgão para que o trabalho seja novamente apreciado, porém acreditamos que tudo está tranquilo, já que seguimos todas as orientações”, salientou o secretário.

O Projeto de Revitalização da Feira Central de Campina Grande é o resultado de seis meses de trabalho de uma equipe multidisciplinar composta por mais de cinquenta pessoas, envolvendo servidores da Seplan, arquitetos, engenheiros, designers, desenhistas e estagiários contratados especificamente para este fim.

Também participaram da formatação do projeto técnicos de outros órgãos do governo municipal, parceiros da UFCG, UFPE, UFPB, Iphan e Iphaep e, ainda, os próprios feirantes, através da Associação dos Feirantes do Mercado Central (Afemec).

Os comerciantes já foram ouvidos em outras plenárias, seis reuniões setoriais e uma Oficina de Projeto Participativo, realizada no interior do Mercado Central, de onde saíram as diretrizes para o Projeto, diretrizes estas discutidas com o Ministério Público e apresentadas na Câmara Municipal em duas sessões especiais.

Serão investidos na revitalização da Feira Central de Campina Grande R$ 19,5 milhões, sendo que R$18,4 milhões são oriundos do Ministério das Cidades e R$ 1,1 milhão compõe a contrapartida da prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO