geraldo_demolicao

PMCG realiza demolição do antigo João Ribeiro

geraldo_demolicaoCampina Grande vai ganhar, até o final de 2014, um novo parque, além de um moderno centro esportivo destinado à formação de atletas olímpicos. A obra será edificada na área do antigo Hospital Psiquiátrico João Ribeiro, no bairro da Liberdade. O investimento será da ordem de R$ 3,6 milhões.

Para tanto, a PMCG, numa ação conjunta das Secretarias de Obras (SECOB) e Serviços Urbanos (SESUMA), realiza o trabalho de demolição do velho hospital. Os serviços de demolição do João Ribeiro (que conta com uma área construída de dez mil metros quadrados) serão concluídos no prazo de 30 dias. Toda a atividade também tem o acompanhamento da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (SEJEL).

“Tudo é feito com o máximo de precaução e segurança. Estamos derrubando dez  mil quadrados de área construída. Encontramos uma estrutura de concreto muito antiga e, por isso, temos de fazer a demolição com muito cuidado, para evitar acidentes. Trata-se de um trabalho difícil, em uma estrutura com muitas fissuras e que está desmoronando. A antiga estrutura está comprometida, sendo, portanto,  incompatível com a finalidade maior, pois a meta é criar uma nova área e com área verde”, explicou o secretário André Agra (Obras).

Nos serviços de demolição, atuam trinta trabalhadores. São empregados duas retroescavadeiras, caminhões, uma escavadeira e três caçambas, além de um trator de esteira, adquirido com recursos próprios do Município, no valor de R$ 560 mil. A primeira atividade do novo equipamento, inclusive, acontece no futuro parque de Campina Grande.

O trabalho (demolição e limpeza) vai durar cerca de um mês porque a área total tem a extensão de quatro hectares, ou seja, aproximadamente 40 mil metros quadrados.  De acordo com o secretário Geraldo Nobre, deverão ser removidas 500 toneladas de lixo e entulho. Após a limpeza e demolição da área, a Sesuma estima que irá plantar aproximadamente 600 mudas das mais diversas arvores, diminuindo o déficit verde na cidade.

O cronograma de ações segue o projeto pré-aprovado pela Caixa Econômica Federal, tendo a PMCG a responsabilidade de executar projetos de fundação e terraplenagem. O antigo hospital foi adquirido pelo Município a partir de decisão do prefeito Romero Rodrigues. A iniciativa vai beneficiar os moradores dos bairros da Liberdade, Jardim Quarenta, Santa Rosa e a população em geral.

De acordo com o secretário municipal de Esporte e Lazer, Gustavo Ribeiro, no local será edificado um Centro de Iniciação Esportiva, vinculado aos Centros Nacionais de Iniciação ao Esporte Olímpico. Para tanto, foi firmada parceria com o Ministério dos Esportes. O equipamento fará parte do Projeto “Legado Olímpico”, pois destina-se a formar valores esportivos que poderão ser encaminhados aos centros nacionais.

Conforme esclareceu o secretário, o centro esportivo está enquadrado no tipo “Módulo 3” (modalidade mais ampla, entre os três tipos estabelecidos pelo Governo Federal). Para o desenvolvimento das suas atividades, o centro terá sete mil metros quadrados, contando com ginásio poliesportivo coberto e pista de atletismo. Outro ponto importante será a formação de atletas paraolímpicos com vistas aos jogos de 2016.

Gustavo Ribeiro informou que “a PMCG vai licitar e, em breve, o prefeito Romero Rodrigues vai assinar a ordem de serviços, tão logo aconteça a liberação de detalhes técnicos por parte da Caixa Econômica Federal, enquanto o governo municipal entra com muita ações fundamentais, a exemplo da aquisição do terreno e a execução das obras”. Na sua visão, a iniciativa vai representar um novo tempo na vida esportiva de Campina Grande, beneficiando, especialmente, o segmento jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


TOPO