Aterro_Sanitario

PMCG e sociedade civil voltam a debater Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

Aterro_SanitarioRepresentantes da sociedade civil de Campina Grande estarão reunidos nesta quarta-feira, 26, no auditório do Instituto de Previdência do Servidor Municipal (Ipsem), para conhecer os estudos que nortearão a elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. A apresentação será feita pelo secretário municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), Geraldo Nobre, e pelo engenheiro José Dantas, da empresa Ecosam – Consultoria em Saneamento Ambiental Ltda. Ambos mostrarão um diagnóstico técnico sobre a gestão dos resíduos sólidos no município e adiantarão o prognóstico do Plano de Gestão. A apresentação começará às 8h30 também com a presença de membros das Comissões Diretora e de Sustentabilidade do Plano.

O diagnóstico revelará os tipos de resíduos produzidos no município, além da quantidade gerada, forma de acondicionamento, de coleta e a destinação final. Também serão conhecidos os principais problemas relativos ao tema, além de apontar as áreas degradadas em razão de disposição inadequada dos resíduos sólidos e os impactos socioeconômicos e ambientais.

O resultado desse estudo contribuirá para a elaboração do plano de gerenciamento de resíduos, que seguirá as normas da Lei Federal 12.305, da Política Nacional de Resíduos Sólidos. O objetivo do plano está em propor ações voltadas à melhoria na coleta, manejo, transporte, tratamento e disposição final dos resíduos sólidos para os próximos 20 anos (com avaliações a cada quatro anos), objetivando melhorar o meio ambiente e a qualidade de vida da população.

Entre os representantes da sociedade estarão membros das associações de bairros e lideranças comunitárias de Campina Grande, Ministério Público Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), de associações, cooperativas, grupos ambientalistas, da Câmara Municipal, cooperativas de trabalhadores, universidades públicas, da indústria e comércio, entre outros.

O secretário Geraldo Nobre ressaltou que, por meio do diagnóstico, será conhecido o gerenciamento dos resíduos sólidos do município. Por sua vez, o prognóstico mostrará quais ações poderão ser executadas para melhorar esse trabalho. “O prognóstico não é conclusivo. Todas as ações serão debatidas, de forma democrática, com todas as representações da sociedade do município”, declarou. Segundo o secretário, a reunião será mais uma oportunidade para que as lideranças comunitárias apresentem sugestões, dúvidas e contribuições para a elaboração do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

A elaboração do Plano está sendo realizada de forma participativa. Já ocorreram dois encontros e oficinas, envolvendo diferentes setores da sociedade, para debater o tema. Nestas ocasiões, foram definidas algumas propostas para a construção do plano.

Os debates e pronunciamentos com a presença da população ocorrerão em outras datas. No dia 14 de março haverá uma consulta pública no auditório da Secretaria Municipal de Cultura. A consulta será aberta a toda a comunidade, que poderá apresentar suas opiniões e críticas ao Plano. Para tanto, no dia 10 de março, a versão preliminar do Plano Municipal será disponibilizada para consulta pública na Sesuma. No dia 27 de março será realizada audiência pública, no auditório da Vila do Artesão.

No dia primeiro de abril está prevista uma apresentação do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos na Câmara Municipal de Campina Grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


TOPO