PMCG adquire tomógrafo para o Hospital Municipal Pedro I

TOMOGRAFOO Hospital Municipal Pedro I passou a contar com um segundo tomógrafo. O aparelho, adquirido com recursos próprios pela Prefeitura, começou a ser instalado na tarde desta segunda-feira, 04, e teve um custo de R$755 mil. A previsão é que o equipamento comece a funcionar para realização de exames a partir da próxima semana, diminuindo a fila de espera para esse tipo de procedimento para os usuários de Campina Grande e dos 172 municípios pactuados.

De acordo com a diretora de Planejamento e Regulação de Serviços da Secretaria Municipal de Saúde, Luzia Marinho Leite Pinto, o tomógrafo possui seis canais, com plataforma para dezesseis, e tem capacidade para realizar mil exames por mês. “Atualmente, só conseguimos fazer quatrocentos exames mensalmente pelo Sistema Único de Saúde, mas nossa demanda é de 870 procedimentos por mês”, explicou.

Ainda segundo a diretora, o tomógrafo também vai ajudar no tratamento de pacientes com câncer. “É um equipamento que já vem habilitado para o planejamento de radioterapia. Isso significa que, além de ampliarmos o número de exames, termos ainda mais um reforço tecnológico no tratamento das pessoas que precisam fazer radioterapia”, ressaltou.

Além do novo tomógrafo, o Pedro I deverá ganhar novos investimentos nos próximos meses, conforme foi anunciado pelo prefeito Romero Rodrigues. O hospital deverá receber novos aparelhos de raio-x, mamografia e ultrassonografia e iniciar exames de endoscopia e cirurgias urológicas.  “O que estamos fazendo é uma verdadeira revolução na saúde pública de Campina, oferecendo serviços de imagem de alta qualidade para a população. O Pedro I terá investimentos constantes”, garantiu o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO