Pirâmide, “berço do São João”, recebe grande público

RAINHA_MILHOA Pirâmide do Parque do Povo é o símbolo que representa muito bem a dimensão e as tradições do Maior São João do Mundo. Ela foi inaugurada na década de 80, na gestão do prefeito Ronaldo Cunha Lima. Segundo a professora e historiadora Cléa Cordeiro, trata-se de um verdadeiro ícone da grande festa popular de Campina Grande. No local, em tempos passados, existia apenas uma palhoça, a partir da qual se originou o Parque do Povo, que hoje abriga a grande festa popular do interior brasileiro nesta época do ano.

A Pirâmide está bem contextualizada no evento e se tornou uma grande representação e ícone dos festejos juninos de Campina Grande. O local recebe, diariamente, apresentações de quadrilhas juninas e de grupos de forró, que tocam durante os trinta dias de festa, levando uma multidão a curtir o arrasta-pé e se constituindo num dos maiores atrativos para milhares de turistas que visitam Campina  Grande ao longo do mês de junho.

Para os turistas, a beleza do local é um grande atrativo. Eles se deslumbram, sobretudo, com a beleza da decoração, marcada pelo seu jogo de cores, além da alegria contagiante que o ambiente proporciona. Visitantes, como Ana Carolina Mendonça, que é estudante no Recife, também ficam encantados quando tomam conhecimento de que foi naquele local onde tudo começou, representando, assim, o berço histórico do Maior São João do Mundo. “Visitar este local é conhecer a origem desta grande festa”, comentou.

A Pirâmide, que também é a sede dos concorridos concursos de quadrilhas, recebeu na noite deste domingo, 23, mais uma vez, um grande público, numa demonstração de que a cultura nordestina, representada pelo São João campinense, continua sempre viva e pujante no cenário regional. Os turistas fazem questão de frisar a beleza do local, sendo, por isso, um espaço importante para o registro fotográfico dos que visitam Campina Grande durante o período junino.

Vale lembrar que na tradicional Pirâmide, onde todas as noites acontecem as apresentações dos mais autênticos grupos de forró, o público local também já acompanhou em 2013 as visitas de ilustres figuras da comunicação nacional.

Recentemente, quem passou por lá foi o apresentador Luciano Huck, que gravou algumas cenas para o “Caldeirão do Huck”, da Rede Globo. Ele chegou a dançar com integrantes da quadrilha junina “Cestinha de Flores”, brincou com um casal de dançarinos e conversou com integrantes do trio de forró que animava o “arraial” montado para recebê-lo. Trata-se de mais uma demonstração da importância nacional do velho ponto de encontro dos amantes do forró nordestino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO