PGM apresenta nova proposta de PCCR para servidores da Saúde

pgm_pccrUma nova proposta para o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores municipais da área da saúde de Campina Grande, que valoriza a prestação dos serviços públicos e amplia os benefícios para a categoria, foi apresentada durante um encontro realizado no auditório da Secretaria de Administração entre o procurador geral adjunto do Município, Paulo Porto, e profissionais da saúde.

A nova proposta está sendo elaborada pela Procuradoria Geral do Município, juntamente com uma comissão formada por servidores da saúde das diversas profissões que compõem o setor. A ideia é reformular a Lei Complementar 063 (atual PCCR), de 29 de dezembro de 2011, e corrigir falhas e distorções presentes na legislação, além de conceder melhorias salariais e de ascensão mais concretas para os servidores públicos da saúde campinense.

O procurador geral adjunto Paulo Porto lembrou que a nova proposta inclui categorias antes excluídas pelo PCCR elaborado pela gestão municipal anterior, a exemplo dos assistentes sociais, e ainda corrige problemas na lei que poderiam redundar em inconstitucionalidades.

“Havia muitos problemas na lei que instituiu o PCCR da Saúde, porque tudo foi elaborado às pressas, com interesses claramente eleitorais. E com essa nova proposta, que está sendo formulada em consenso e construída por todas as categorias, nós poderemos corrigir essas falhas”, frisou Paulo Porto.

Além de servidores da saúde, também acompanharam a reunião funcionários integrantes do SINTAB. “Uma das modificações importantes que estamos tentando implementar é o fato de que todos os servidores da saúde, independentemente de estarem a serviço da secretaria de saúde, estarão contemplados pelo novo PCCR”, observou o procurador geral adjunto.

Depois de apresentada, a nova proposta será discutida entre as categorias da área e depois encaminhada ao Pode Executivo, que deverá remeter o projeto à Câmara Municipal de Vereadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO