Pedro I realiza mais de 4 mil exames e consultas após municipalização dos serviços

pedroIA Secretaria de Saúde de Campina Grande divulgou nesta quarta-feira, 12, um relatório das atividades e serviços realizados no Hospital Municipal Pedro I. Os dados são referentes ao período de 15 de abril a 11 de junho deste ano. De acordo com os números, desde que os serviços do hospital filantrópico foram municipalizados, foram feitos mais de 4 mil exames e consultas. O relatório foi divulgado durante a visita dos membros do Conselho Municipal de Saúde ao estabelecimento, na tarde de hoje.

Segundo o levantamento, no período foram realizadas 874 consultas eletivas, nas especialidades de ginecologia (139), otorrinolaringologia (81), anestesia (143), vascular (28), cardiologia (95), mastologia (176), neurologia (148) e cirurgia geral (64).  No centro de Imagem do hospital, o número de exames realizados chegou a 3.605: mamografia (997), ultrassonografia (987), tomografia (924), espirometria (128), eletrocardiograma (85), raio-x (438) e ecocardiograma (46).

O relatório foi apresentado pela diretora voluntária do Pedro I, a primeira-dama, Micheline Rodrigues. A médica destacou a importância da oferta dos exames para os usuários do SUS. “Há muito tempo que os usuários não tinham acesso à espirometria, por exemplo, que é um exame necessário para entrega da medicação dos pacientes asmáticos. Há apenas uma semana iniciamos os exames de ecocardiograma e já passamos de quarenta, mas queremos avançar muito mais”, disse a médica.

Ainda de acordo com o relatório, em pouco mais de um mês, foram feitas 81 cirurgias eletivas, aquelas que não têm caráter de urgência, no hospital municipal. “Estamos convocando os pacientes que estavam na fila de espera para fazer os exames pré-operatórios para dar continuidade às cirurgias eletivas, um outro serviço que estava em falta no município, mas que agora está sendo ofertado novamente para a população”, explicou Micheline.

Além da realização dos exames, consultas e cirurgias eletivas, o Hospital Municipal também oferece leitos de retaguarda para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes e para a Unidade de Pronto Atendimento de Campina Grande (UPA). Somente do Trauma foram atendidos 3.061 pacientes. Da UPA foram 107 pacientes.

Visita – Os integrantes da Comissão Permanente de Gestão e do Sistema de Saúde do Conselho Municipal de Saúde fizeram a primeira visita técnica ao Pedro I, após a municipalização dos serviços hospital. O objetivo foi conferir de perto como estão sendo feitos os atendimentos e as mudanças realizadas na estrutura física da unidade. No final, o presidente do Conselho, Joseilton Brito, fez uma avaliação positiva. “Ficamos satisfeitos com as adequações que estão sendo realizadas em cada setor, em especial, na cozinha, que era um ambiente extremamente insalubre e sem condições de funcionamento adequado. Sem dúvida o usuário está ganhando um equipamento de saúde de qualidade”, afirmou.

A secretária executiva municipal de saúde, Eudézia Damasceno, que também faz parte do Conselho, acompanhou a visita dos membros da comissão. “O Conselho Municipal de Saúde é o órgão fiscalizador das ações da saúde, por isso queremos estreitar cada vez mais esse relacionamento, de forma transparente, o que será a marca dessa gestão”, garantiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO