teatro_crinacas

Pastoril estimula alunos de Campina Grande à prática de teatro

teatro_crinacasAlunos do Centro Cultural Lourdes Ramalho e do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), de Campina Grande, lotaram o Teatro Rosil Cavalcante, na tarde de festa, nesta terça-feira (26), para assistir ao espetáculo “Agora é tempo”, musical infantil que se constitui numa emocionante aventura com as folclóricas canções do pastoril.

Segundo a diretora do Centro Cultural, Luana Ramalho, o espetáculo, uma realização em parceria com o Ministério da Cultura e Petrobras, faz parte das comemorações dos 50 anos do Teatro Severino Cabral e foi captado pela Secretaria de Cultura do Município, com o objetivo de incentivar os alunos à prática do teatro.

O espetáculo, que tem como atriz principal Giselle Tigre e direção de Marcelo Alonso Neves, reúne doze pastoris e três músicas dos artistas pernambucanos Antônio José Madureira e Ronaldo Correia de Brito. A turnê começou no dia 17 e prossegue até 14 de dezembro, em 20 cidades dos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas.

O Pasteatro_pastoriltoril – Embora difundido em todo o Brasil, foi no Nordeste, na época da colonização, que o pastoril enraizou-se como manifestação da cultura popular, a exemplo do Bumba-Meu-Boi, o Mamulengo, e o Fandango. Pastoril vem dos pastores, pessoas simples que vivem no campo e cuidam dos animais. Teriam sido eles os primeiros a presenciaram a história do menino que nasceu em uma estrebaria, na noite em que a estrela guia apareceu.

Para a atriz Giselle Tigre, a encenação, bastante aplaudida por onde tem passado, é uma homenagem ao amor de todas as mães pelos seus filhos. Marcelo Alonso afirma que “o espetáculo não se limitaria a falar do nascimento de um menino específico, mas de todos os meninos e meninas, de toda a forma de vida que começa”. E concluir: “Esse é o grande mistério. E é disso que queremos falar”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


TOPO