Na CMCG, secretário discute extinção de campos de pelada

gustavo_ribeiroO secretário de Esporte, Juventude e Lazer da Prefeitura Municipal de Campina Grande, Gustavo Ribeiro, esteve presente na manhã desta quinta-feira (20), na Câmara Municipal, a uma audiência pública, atendendo requerimento do vereador Hércules Lafite (PSC), para discutir a extinção de áreas reservadas ao futebol amador na cidade, por conta da ocupação dos campos por imóveis.

Além dos vereadores, estiveram presentes à sessão vários representantes de clubes amadores dos bairros da Rainha da Borborema, que lamentaram a extinção dos espaços para a prática do futebol amador e deram sugestões para preservar algumas dessas áreas, além de reservar outras.

De acordo com o secretário Gustavo Ribeiro, um grande projeto está sendo elaborado, para poder assegurar aos cidadãos de Campina Grande o direito à diversão e entretenimento nos finais de semana.

“Nós temos times com mais de cinquenta anos praticando o futebol amador, mas que estão se transformando em retratos na parede, por conta da extinção destes campos. O nosso projeto é simplesmente edificar, em um espaço único, vinte campos, com cessão de uso aos times e, a partir dos horários, eles ficariam de forma definitiva com a cessão de uso do espaço e nunca seriam tirados de lá”, explicou.

“Nós precisamos do desenvolvimento, mas temos que ter a responsabilidade para entender que não podemos tirar do povo a única fonte de lazer que eles têm e a mais acessível. Acho que até o fim do ano nós teremos este espaço destinado a quem pratica o futebol de pelada em Campina”, complementou o secretário Gustavo Ribeiro.

A ideia foi prontamente elogiada pelo vereador Lafite, que declarou acreditar que este projeto tem chances reais de sair do papel e se transformar em uma boa solução para a problemática da falta de locais para a prática do futebol de pelada na cidade.

“Vamos batalhar para que esse projeto seja implantado, para ter um local definitivo para o lazer. Conhecendo a preocupação do prefeito Romero Rodrigues com o esporte amador de Campina Grande, com certeza ele vai fazer com que este projeto saia do papel. Nós vamos fazer outras reuniões, uma lista de todos os presidentes de futebol amador, para ampliar este assunto”, comentou o vereador.

1 comment

  1. Oi paraibanos de todo o Estado! No futebol amador existe muita rincha entre as equipes por isso acho que tem que ser decentralizado. Por exemplo, a elaboração desse projeto seria perfeito se fosse feitos campos de futebol com o mínimo de estrutura para os praticantes em questão.
    Sou paraibano, tenho 50 anos, moro em São Paulo capital desde meus 06 anos de idade só não que sou legitimamente paraibano da cidade de Borborema.
    Borborema meu amor eterno!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO