Memorial registra os 30 anos do Maior São João do Mundo

Memorial

O São João de Campina Grande completa 30 anos em 2013. Quem deseja conhecer toda a trajetória histórica desta festa basta visitar o “Memorial do Maior São João do Mundo”. O Memorial é organizado pela professora e estudiosa Cléa Cordeiro. “É um evento de cores, brilhos e tradições, que reúne o rústico e o moderno, elementos culturais presentes na vida de cada campinense”, declarou Cléa, destacando a importância de mais esta iniciativa em favor da valorização e da perpetuação histórica da mais consagrada festa popular do Nordeste.

De acordo com a professora, a exposição desperta a curiosidade dos turistas de todas as partes do Brasil, que se encantam com o rico acervo encontrado no local, integrado por fotografias, recortes de jornais, troféus, imagens de santos, decoração e roupas típicas e até mesmo um verdadeiro estúdio fotográfico junino. Tudo isso pode ser encontrado na sede do Memorial, localizada na Rua Tiradentes, 165, no centro da cidade, próximo ao Parque do Povo.

“O Memorial tem o objetivo de mostrar que o São João de Campina é um evento turístico, histórico e cultural, com geração de renda. E que também faz o resgate do passado, contribuindo para que as pessoas reflitam sobre a tradição junina do Nordeste”, comenta a idealizadora. 

No local, é possível observar registros históricos que retratam as diversas fases da maior festa popular de Campina Grande. O início, em 1983, a inauguração do Parque do Povo, em 1986, e sua expansão, em 1989. Isso também está registrado em fotografias ou nos recortes de jornais. O visitante conta com cinco salas expositoras, além de um espaço de convivência, com a mostra de 185 quadros dos 205 existentes. Neste período junino, o Memorial funciona todas as tardes e noites, das 15h às 22h, e no decorrer do ano é aberto para visitação com agendamento prévio.

Segundo Cléa, o Memoria surgiu a partir de uma pequena exposição em um quiosque com algumas fotos de seu acervo pessoal. Com as doações e mais aquisições, o acervo só fez crescer e hoje o Memorial possui dezenas de quadros, com cartazes, folderes, notícias e fotos do Parque do Povo e do Maior São João do Mundo, além de registros fotográficos do idealizador da festa, o poeta Ronaldo Cunha Lima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO