LucianoAgra2

Luciano Agra visita CG e oferece auxílio com projeto arquitetônico

LucianoAgra2Ao lado dos secretários municipais Luiz Alberto Leite (Desenvolvimento Econômico); André Agra (Obras) e Márcio Caniello (Planejamento), além de técnicos da Prefeitura de Campina Grande, o arquiteto e urbanista Luciano Agra visitou, nesta segunda-feira, 03, a área onde será edificado o novo parque industrial da cidade e mostrou-se entusiasmado com o que a obra representa para Campina e para o Estado.

“Conheci a área objeto do planejamento para a futura intervenção e pude constatar que se trata do maior empreendimento de produção econômica, com repercussão do ponto de vista social, inclusive voltado para a habitação”, reconheceu Agra. Para ele, por si só, o projeto revela a sensibilidade do prefeito Romero Rodrigues para com a população de Campina Grande.

Após se reunir com a equipe de técnicos da PMCG, Luciano Agra expressou a intenção de poder contribuir com o projeto. “Estou muito satisfeito em voltar à minha terra e vejo que Campina Grande sempre tem um olhar voltado para o futuro. A Paraíba ainda vai ter muito orgulho de mais essa contribuição da cidade para o estado. Eu vou fazer todo o esforço possível para, dentro do meu conhecimento, das minhas possibilidades, dar a minha contribuição”, afirmou.

O secretário Luiz Alberto Leite reconheceu como de grande importância a participação do arquiteto Luciano Agra, pela sua experiência, no projeto de instalação do novo distrito industrial, em uma área adquirida pela Prefeitura, no Ligeiro.

“A experiência de Luciano Agra é indiscutível. Ele prestou relevantes serviços ao Projeto Cura, nos anos 80, além de ter administrado a Prefeitura de João Pessoa. Sem dúvida, ele tem muita competência, e com certeza poderá dar uma grande contribuição ao projeto, que ele mesmo reconheceu como o mais estruturante do estado e que representará muito para o desenvolvimento de Campina Grande e da Paraíba”, declarou.

O novo distrito industrial de Campina Grande será instalado em uma área de quase 900 hectares, recentemente adquirida pela Prefeitura. Na área, além do parque industrial, que deverá abrigar quase uma centena de empresas, será edificado um conjunto habitacional com quatro mil imóveis, configurando-se no maior da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


TOPO