Estudantes recebem Caderneta de Saúde do Adolescente

Caderneta-de-Saude-do-AdolescenteOs estudantes da rede municipal de ensino de Campina Grande, com idade entre 10 e 14 anos, começaram a receber a Caderneta de Saúde do Adolescente durante a II Semana Saúde na Escola. A ação, que integra as secretarias de Saúde e Educação do município, teve início na segunda-feira passada, 07, e será encerrada na próxima sexta-feira, 11. O material trata de prevenção em saúde, educação sexual e cidadania, além de possibilitar o controle da vacinação.

A caderneta está sendo apresentada em duas versões, sendo uma específica para os meninos e outra voltada para as meninas. O material educativo aborda os temas de forma lúdica e utiliza uma linguagem acessível, favorecendo a compreensão dos jovens e seus familiares. Ao todo, a Secretária de Saúde vai disponibilizar 47,5 mil cadernetas, sendo 24 mil para meninos e 23,5 mil para meninas.

O material, fornecido pelo Ministério da Saúde, será entregue aos alunos da rede pública (municipal e estadual), e também nas escolas particulares. A distribuição começou nas 15 escolas que participam da semana temática, mas continuará no decorrer do ano.

A caderneta estimula práticas de prevenção e autocuidado em várias áreas da saúde, como odontologia, higiene pessoal e doenças sexualmente transmissíveis (DST). Também há ênfase na educação sexual, com o objetivo de orientar os jovens sobre as dúvidas mais frequentes e o modo correto de prevenir uma gravidez. A meta é esclarecer dúvidas comuns aos adolescentes nesta fase de mudanças no corpo e no comportamento, auxiliando pais e professores no processo de orientação.

“Os professores devem trabalhar essas temáticas da caderneta em sala de aula, com todo o acompanhamento necessário para preparar os adolescentes paras as mudanças e estímulos corporais típicos da idade”, esclareceu Graça Carvalho, coordenadora de saúde do adolescente da Secretaria Municipal de Saúde.

O conteúdo das cadernetas está sendo trabalhado em sala de aula durante a II Semana Saúde na Escola, nas oficinas coordenadas pelos educadores dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). As oficinas acontecem em unidades de ensino de sete bairros: Santo Antônio, Cidades, José Pinheiro, Malvinas, Mutirão do Serrotão, Tambor e Verdejante.

Informações sobre o crescimento, desenvolvimento e a vacinação também recebem especial atenção, assim como ocorre na Caderneta de Saúde da Criança, mostrando que esses cuidados não devem ser esquecidos na adolescência. A Caderneta do Adolescente foi criada em 2009 pelo Ministério da Saúde, sendo implementada, gradativamente, nos municípios que aderiram ao Programa Saúde na Escola (PSE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO