Duplicação da Avenida Argemiro de Figueiredo será concluída até janeiro

argemiroQuem trafegar pela Avenida Senador Argemiro de Figueiredo terá mais comodidade, segurança e rapidez quando a duplicação for concluída entre dezembro deste ano e janeiro de 2014. Quem garante isso é o prefeito em exercício de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho, que na manhã desta terça-feira, 16, visitou a obra, na companhia do secretário André Agra (Obras) e outros auxiliares do governo municipal.

A duplicação, segundo estimativas do secretário André Agra, tem avançado e já foram concluídos 35% do cronograma de serviços inicialmente previstos. Além da execução de 2,7 quilômetros de asfalto, os trabalhos estão sendo intensificados na construção de dois viadutos. Mais de 50 trabalhadores estão sendo empregados e a duplicação representa um investimento de R$ 21 milhões.

Trata-se de um esforço conjunto da Prefeitura Municipal de Campina Grande, Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) e PAC, do Governo Federal. A contrapartida do Município, prevista, inicialmente, em 5%, poderá chegar a 8% do valor total da obra por conta de intervenções urbanísticas adicionais.

Por aquela área, onde também haverá a interligação de importantes BRs da região (104 e 230), trafegam diariamente cerca de doze mil veículos. Além disso, o projeto vai promover a urbanização das áreas adjacentes e a recuperação de toda a infraestrutura do local, além da implantação de moderna sinalização.

Segundo o prefeito em exercício Ronaldo Filho, a obra enfrentou alguns problemas para o seu desenvolvimento, a exemplo da necessidade de desbloqueio de recursos, tendo em vista que a gestão anterior não havia repassado aos órgãos federais algumas contrapartidas e isso gerou a paralisação dos serviços.

“Felizmente, graças a sensibilidade do prefeito Romero Rodrigues, a administração agiu no sentido de viabilizar a continuidade da obra, mesmo porque acidentes de grande gravidade já haviam sido registrados neste setor. Assim, Campina Grande vive um novo tempo e serviços abandonados ou executados com completo descaso serão finalmente transformados em realidade”, garantiu Ronaldo.

Ele também destacou que o governo municipal está envidando todos os esforços no sentido de resolver mais dois problemas prejudiciais ao andamento normal da obra, a exemplo da necessidade de relocação de algumas barracas destinadas à venda de fogos e a retirada de alguns postes, numa ação a ser feita em parceria com a Chesf.

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO