Coordenadoria de Políticas Públicas da Mulher lança Cartilha

cartilha_mulherFoi lançada na manhã desta segunda-feira, 10, em solenidade realizada na Câmara Municipal de Campina Grande, a cartilha “Basta de Violência Doméstica”, produzida pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres, da Prefeitura de Campina Grande. Utilizando linguagem bastante simples e direta, a cartilha apresenta informações sobre a dinâmica da violência contra a mulher e as formas sobre como identificar o agressor, como proteger-se, quais os direitos da mulher e a quem recorrer em casos de agressão.

O material será distribuído no Parque do Povo, durante o Maior São João do Mundo e também poderá ser encontrado no Centro de Referência de Atendimento à Mulher e Coordenadoria de Políticas Públicas das Mulheres. O lançamento contou com a participação especial do cantor, cordelista e arte educador Tião Simpatia, artista popular, do estado do Ceará, que já representou o Brasil na campanha mundial “UNA-SE pelo fim da violência contra a mulher”, promovida pela ONU – Organização das Nações Unidas.

Tião, que se apresentará nesta segunda-feira, à noite, no Palco 2 do Parque do Povo, disse sentir-se feliz pela oportunidade de mostrar seu trabalho no Maior São João do Mundo. “A cultura é uma ferramenta didática muito importante para disseminar a Lei Maria da Penha e o gênero cordel mostra resultados positivos porque consegue transformar o rigor jurídico numa leitura mais acessível para toda população”, disse.

Segundo a coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres da Prefeitura de Campina Grande, Marli Castelo Branco de Melo, a iniciativa teve como objetivo divulgar a Lei Maria da Penha, como também os serviços de atendimento às mulheres vítimas da violência, no período de São João.

“Estamos num período em que é grande a circulação de pessoas no município, tanto da Paraíba como também de outros estados, por isso a opção pelo lançamento nesta época. Nossa meta é, por meio da cartilha, divulgar a Lei Maria da Penha, mostrando as formas de enfrentamento à violência doméstica e oferecer apoio para que as mulheres possam ter mais coragem para denunciar seus agressores, afinal, a violência não escolhe mais classes sociais e está em todas as camadas da sociedade”, declarou Marli.

Participaram do lançamento da Cartilha representantes da OAB Paraíba (José Francisco Fernandes Júnior – presidente em exercício da OAB Campina Grande), poder judiciário (juíza Renata de Assunção Paiva – da Vara da Violência Doméstica de Campina Grande), Governo do Estado da Paraíba (Gilberta Santos Soares – secretária de Estado da Mulher e da Diversidade Humana) e Delegacia da Mulher, entre outros.

Em Campina Grande, as denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas ao Centro de Referência da Mulher, Juizado da Violência Doméstica e Delegacia da Mulher. Os telefones de contato são 180, 190, 197 e 3322-2368. Todas as ações são realizadas em parceria com o Governo do Estado, OAB, Secretaria de Estado da Mulher e Juizado da Violência Doméstica.

1 comment

  1. albery pereira

    bom dia!
    sou estudante do primeiro período de direito e estou fazendo um trabalho acadêmico sobre políticas públicas em Campina Grande e gostaria de saber se há possibilidade de retratarmos esse projeto, pois teremos que entrevistar gestor e fazer alguns vídeos.
    desde já agradeço a atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO