Coordenação do Procon não registrou notificações durante o São João

proconUm mês inteiro de festa no Parque do Povo e nenhuma notificação formal foi registrada no Procon de Campina Grande. Segundo o coordenador do órgão, Floriano Brito Júnior, todas as demandas que chegaram à barraca do Procon no Parque do Povo foram prontamente resolvidas.

Em média, foram efetuadas três reclamações por noite, dobrando esse número no final de semana. Em geral, o consumidor reclamou da cobrança dos 10%, cujo pagamento é opcional, e da falta de exposição do cardápio. “Ninguém chegou a fazer reclamação formal na sede do Procon, tudo foi resolvido aqui mesmo. Isso porque fizemos muitas reuniões com os barraqueiros”, disse o coordenador do Procon.

Apesar da inflação, os fiscais do Procon não identificaram alta de preços ao longo dos 30 dias. “Ninguém alterou os valores dos produtos no cardápio ao longo do São João. Eles mantiveram os preços”, avaliou.

O Procon atuou no Parque do Povo com cinco funcionários por noite, sendo três fiscais e duas pessoas no atendimento. Os maiores problemas foram registrados no Distrito de Galante. “A informalidade é grande em Galante, o que dificulta o trabalho de orientação feito pelo Procon”, explicou Floriano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO