Centro Cultural Lourdes Ramalho amplia número de vagas e extingue cobrança para cursos

centroculturalO Centro Cultural Lourdes Ramalho, em parceria com a Secretaria de Educação do Município, ampliou o número de cursos e de vagas para este semestre. Estão sendo oferecidas 2.124 vagas em 25 modalidades. As aulas iniciaram nesta segunda-feira, 29, mas as matrículas continuam abertas até a próxima sexta, 02. A novidade neste semestre é a oferta de vagas nos bairros, dentro do projeto Centro Cultural Itinerante, em parceria com as Sab’s – Sociedade Amigos de Bairros.

Inicialmente, estão sendo contemplados os bairros de José Pinheiro, Glória, Santa Rosa, Jardim Paulistano e Catolé. Nessas localidades serão oferecidos os cursos de teatro infantil, coral, percussão, filarmônica e flauta. O projeto destinou 300 vagas extras para os cursos descentralizados. A ideia é beneficiar as famílias que não podem pagar transporte para os filhos participarem das atividades de educação artístico-culturais.

Para fazer a matrícula é preciso apresentar duas fotos 3×4, declaração escolar, registro de nascimento e comprovante de residência. Os cursos são gratuitos, inclusive a matrícula. “Antes a matrícula era paga e alguns cursos também cobravam a mensalidade”, disse a diretora do Centro Cultural, Luana Ramalho. Dos 14 cursos oferecidos na gestão passada, oito eram gratuitos e seis eram pagos, totalizando menos de 500 vagas.

Para este semestre, o Centro Cultural ampliou o número de professores, numa parceria com a Secretaria de Educação, que cedeu profissionais para viabilizar a expansão das atividades do Centro. Ao todo, são 22 professores distribuídos em cursos oferecidos nos três turnos. Dois deles são voluntários. “Cedi professores para suprir toda jornada que o Centro Cultural precisava e com oferta de profissionais qualificados”, frisou a secretária de Educação, Verônica Bezerra.

Com a ampliação das atividades no Centro Cultural, estão sendo matriculados alunos dos quatro anos de idade até pessoas acima dos 60 anos. Dentre os cursos, estão o tradicional ballet clássico e violão, e os mais recentes, como o movimento e artes para terceira idade, a dança flamenca, a yoga e o teatro infantil.

4 comments

  1. Ingrid Arcanjo

    Fico muito feliz em saber dessa iniciativa, em saber que existe centros promovendo a cultura e o aprendizado de modalidades diferentes para a sociedade.

  2. Maria das Graças Ferreira

    Gostaria de saber se ainda há vagas para me matricular no curso de canto, pois sou fã de música, gosto de cantar e pretendo me aprimorar para continuar cantando, sem ter medo de fazê-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO