Centro Cultural da PMCG oferecerá mais do que o dobro do número de vagas em 2014

O Centro Cultural Lourdes Ramalho, da PMCG, oferecerá em 2014 três mil vagas distribuídas entre 37 modalidades. Este ano foram 1.300 alunos, além dos mais de 300 atendidos diretamente nas comunidades com atividades de extensão do Centro, que acontecem em bairros como Tambor, Estação Velha, Liberdade e Jardim Paulistano.

O anuncio da expansão das vagas foi feito pela secretaria de Cultura do município, professora Marlene Alves, que acompanhou na última segunda-feira,09, o cortejo cultural que reuniu os alunos das diversas modalidades que funcionaram este ano no Centro. “Nós tínhamos 200 alunos em 2012 e ainda era cobrada mensalidade. Hoje funcionamos nos três turnos com 1.300 matriculados e vamos em 2014 continuar essa expansão no Centro Cultural, que é um espaço emblemático para a cultura de Campina Grande.”, disse Marlene.

Com uma proposta de acréscimo de R$ 5 milhões no orçamento da Secretaria de Cultura, a pretensão é consolidar o trabalho iniciado em 2013. Já foram anunciados novos cursos a serem iniciados em 27 de janeiro, dentre eles: Pilates, dança popular para terceira idade, guia cultural, contação de história e produção de bonecos.

Na culminância das atividades realizada no Teatro Municipal nesta segunda, o público pôde acompanhar apresentações da cia de teatro de rua Cordel em Canto que encenou o cordel A chegada de Lampião no inferno, de José Pacheco. Também se apresentaram alunos de capoeira, teclado, bateria, teatro infantil, Balet, dentre outros.

Para prestigiar as apresentações os pais compareceram e aprovaram. ” Eu estou gostando. É o resultado de um trabalho que foi proveitoso. Minha filha se desenvolveu mais esse ano.”, afirmou Leila Cristiane Costa, mãe da aluna de Balet Maria Eduarda Costa.
Os próprios beneficiários diretos do trabalho também estão satisfeitos, como os irmãos Albertisa e Eduardo Pontes, alunos do curso de Dança Nordestina. ” Foi um ano muito bom. A pessoa deixa de estar na rua e aprende muita coisa boa”, disseram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


TOPO