Alunos da rede municipal vencem o II Concurso de Poesia Popular

seduc_concursoNa noite da quarta-feira (3), no Arraiá do Conhecimento do SESI, no Parque do Povo, foi realizada a solenidade de entrega da premiação do II Concurso de Poesia Popular, do Projeto Indústria de Cordel, coordenado pelo cordelista Manoel Monteiro.

Waltenberg Lemos Guimarães, da Escola Municipal Alice Gaudêncio, foi o primeiro colocado, com o cordel “Trinta Anos de Pura Festa” (ele não compareceu da festa por estar doente; sua mãe recebeu a premiação); Levi Alves Vieira, SAP-Atletas do Futuro, ficou em segundo lugar com “Sanfoneiro nota Mil”; e Nycardo Valentim Beserra, da Escola Municipal Henrique Guilhermino Barbosa, foi o terceiro colocado com “30 Anos de São João”.

Além do cordelista Manoel Monteiro e a coordenadora de Cultura do SESI, Diana Uchoa, a solenidade contou com a presença da secretária de Educação da Prefeitura Municipal de Campina Grande, professora Verônica Bezerra, da coordenadora geral de Educação, Maria Goretti de Lima, da gerente do Ensino Fundamental, Walberlene Barros da Silva, dos participantes do concurso, dos pais e convidados.

O concurso envolveu temáticas para o resgate da vida do músico Sivuca e a história do Maior São João do Mundo, que comemora 30 anos de existência em Campina Grande, e contou com a participação de crianças na faixa etária de 10 a 13 anos da Rede Municipal de Ensino e crianças da Vara da Infância, Lar do Garoto e do abrigo provisório da cidade.

O projeto foi realizado com o apoio do SESI-CAT – João Rique Ferreira, do Projeto SESI Cultura e Tradição, da Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da Secretaria de Educação e Secretaria de Assistência Social, e das empresas Coteminas e Alpargatas.

As vinte melhores poesias foram editadas e publicadas em livreto de cordel. Além da premiação dos primeiros classificados, os demais receberam o maior dos prêmios, ser de fato um autor, com sua obra publicada.

A secretária Verônica Bezerra destacou o investimento do Instituto Alpargatas na melhoria do ensino público através de grupo de estudos livres, formação de professores de Educação Física e formação de gestão escolar. “Somos todos professores no que fazemos. O projeto Indústria de Cordel propiciou a integração família, gestores e estudantes, inserindo a escola dentro dos 30 anos do Maior São João do Mundo”, disse.

Premiação: um Tablet, 10 livretos em cordel de Manoel Monteiro e um par de sandálias Havaianas; um celular com dois chips, 10 livretos em cordel de Manoel Monteiro e um par de sandálias Havaianas; um kit Alpargatas e Coteminas e 10 livretos do cordelista Manoel Monteiro.

Após a entrega da premiação, o SESI ofereceu um coffee break aos participantes do concurso e demais convidados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO