72% dos focos do mosquito da dengue estão em reservatórios residenciais

dengueA Secretaria Municipal de Saúde, através da Gerência de Vigilância Ambiental e Zoonoses, divulgou nesta quarta-feira, 04, o quarto LIRA (Levantamento de Índice Rápido de Infestação Predial do Aedes aegypti) desse ano. O levantamento, que foi realizado entre os dias 19 e 23 de agosto, apontou um índice de infestação do mosquito de 3,5%. O percentual está abaixo do índice máximo de 5% estabelecido pelo Ministério da Saúde, mas requer cuidados, pois representa alto risco de transmissão da dengue.

Durante o levantamento, foram visitados 181.994 imóveis na zona urbana e 6.938 imóveis da zona rural. Dos cinquenta bairros pesquisados, apenas o bairro das Malvinas II apresentou índice acima dos 3%, com 4,1%. Os dados do LIRA mostraram também que 72% das larvas encontradas pelos agentes de vigilância estavam em depósitos como tonéis, tanques e cisternas. “Mesmo com as campanhas constantes, a falta de cuidados dentro das residências continua sendo o fator que mais beneficia a proliferação do mosquito”, explicou a gerente de vigilância ambiental do município, Rossandra Oliveira.

Ainda segundo a gerente, nos locais onde foram encontrados focos do mosquito, os agentes utilizaram o lavicida e outras técnicas como o peixamento, que consiste em colocar peixes de pequeno porte em cisternas para eliminar as lavas do mosquito transmissor da dengue. “Também fizemos o recolhimento de pneus, visitas aos cemitérios, borracharias e terrenos baldios, além de ações educativas nos bairros e distritos sanitários, além do uso do carro fumacê. No entanto, é sempre importante lembrar que o combate à dengue deve começar dentro de casa”, afirmou.

A Gerência de Vigilância Ambiental disponibiliza um telefone para que os proprietários de imóveis que ficam fechados durante o dia possam agendar um horário de visita dos agentes. Os interessados podem ligar para o número 3322-5760, no horário das 07h às 13 horas.

INDICE DE INFESTAÇÃO POR BAIRRO

BAIRRO:  INDICE

ACÁCIO FIGUEIREDO: 0,91

ALTO BRANCO: 2,56

ARAXA: 0,59

BELA VISTA: 0,0

BODOCONGO: 0,50

CASTELO BRANCO: 1,14

CATOLÉ: 2,77

CENTENÁRIO: 0,21

CENTRO: 1,10

CIDADES : 1,36

CONCEIÇÃO: 0,19

CRUZEIRO: 0,91

CUITES: 0,19

DINAMERICA: 0,29

DIST.INDUSTRIAL: 1,14

ESTAÇÃO VELHA: 1,99

ITARARÉ: 0,0

JARDIM CONTINENTAL: 0,19

JARDIM PAULISTANO: 2,96

JARDIM TAVARES: 0,57

JEREMIAS: 0,0

JOSÉ PINHEIRO: 1,54

LAURITZEN: 0,85

LIBERDADE: 2,28

LOUZEIRO: 0,0

MALVINAS (PARTE 1): 1,75

MALVINAS (PARTE 2): 4,10

MIRANTE: 0,0

MONTE CASTELO: 2,23

MONTE SANTO: 0,59

NAÇÕES: 0,20

NOVA BRASILIA: 2,02

NOVO BODOCONGO: 0,25

PALMEIRA: 0,19

PEDREGAL: 0,21

PRATA: 1,07

PRESIDENTE MEDICI: 0,23

QUARENTA: 1,14

RAMADINHA : 0,0

SANDRA CAVALCANTE: 0,57

SANTA CRUZ: 2,05

SANTA ROSA: 1,0

SANTO ANTONIO: 2,02

SÃO JOSÉ: 0,21

SERROTÃO: 1,25

TAMBOR: 2,21

TRÊS IRMÃS: 2,61

UNIVERSITÁRIO: 1,75

VELAME: 2,69

VELAME: 2,69

VILA CABRAL: 0,62

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO